Brincadeira…é Coisa Séria!

Aproveitando os ares do final de semana vamos falar sobre brincar.
Este post é baseado em um livro chamado Crianças Dinamarquesas das psicólogas Jessica Joelle Alexander e Iben Dissing Sandahl.
O livro fala sobre por quê o povo dinamarquês é a nação mais feliz do mundo. A resposta é: pela forma como criam seus filhos. Lá a brincadeira livre é muito estimulada, pois esta atividade se mostrou fundamental no desenvolvimento de inúmeras habilidades responsáveis pela felicidade na vida adulta.

Um dos brinquedos mais famosos do mundo, o Lego, é dinamarquês, foi criado em 1932 e significa “Leg Godt” ou seja, brincar bem. 

A marca líder na fabricação de parquinhos ao ar livre, também é dinamarquesa, a Kompan. Eles são considerados simples, funcionais e de qualidade.

A brincadeira não é uma pausa nas atividades “sérias”, é uma atividade realmente séria.
Crianças que brincam livremente crescem adultos menos ansiosos e mais resilientes (capazes de “dar a volta por cima”). Normalmente, nos esforçamos para oferecer atividades estruturadas e treinamento para nossos filhos a fim de que sejam adultos bem sucedidos, mas será que é isso mesmo?

Nos últimos anos, as horas gastas com o brincar livremente caíram drasticamente e o diagnóstico de depressão, ansiedade e transtorno de déficit de atenção aumentaram.
O foco da educação na Dinamarca está na socialização, autonomia, coesão, democracia e auto estima. O objetivo é criar uma bússola interior para orientá-la ao longo da vida, o chamado locus interno, ou seja, o grau de poder que uma pessoa acredita possuir sobre a sua própria vida e eventos que a afetam.
De nada adianta ser um gênio da matemática e não saber lidar com altos e baixos. Pessoas cujo locus de controle é externo, acreditam que sua vida é controlada por fatores externos como o ambiente ou o “destino”, sobre os quais têm pouca influência.
Neste sentido o brincar livremente colabora para o fortalecimento deste locus interno e para o desenvolvimento de habilidades motoras e cognitivas. Precisamos deixar tempo e espaço para as crianças brincarem.

Toda vez que você pensar em “salvar” seu filho quando ele estiver balançando em galhos, lutando com os amigos ou saltitando em pedras, respire, observe de longe se há segurança e deixe ele perceber quanto estresse ele é capaz de suportar. Este é um comportamento necessário para o desenvolvimento.

Deixe seus filhos brincarem com várias crianças de diferentes personalidades, assim eles aprenderão tarefas fundamentais para o convívio em sociedade, como a capacidade de negociar e de ter autocontrole.

Abaixo seguem 10 dicas importantes sobre brincar:

1- Desconectar: quanto menos tempo de televisão e eletrônicos, melhor.

2- Promova um entorno estimulante à brincadeira. Espaço para correr e/ou brinquedos e ideias que as interessem e as tirem do lugar.

3- Use a arte – não ensine como faz, apenas disponibilize material (papel, lápis, tinta, sucata) para que o seu Picasso possa criar.

4- Permita a exploração do mundo exterior – contato com a natureza é ótimo!

5- Junte crianças de diferentes idades e as deixem interagir entre elas.

6- Deixe-as livres e não se sinta culpado – crianças não precisam de brincadeiras comandadas pelos adultos o tempo todo. Se elas estiverem mais tempo brincando do que no inglês, no ballet, na natação, no futebol, no violino, no alemão, não se sinta um pai ruim. É disso que elas mais precisam!

7- Leve a sério a brincadeira – se você for brincar com seu filho faça isso 100%, não tenha medo de parecer bobo.

8- Deixe-as brincarem sozinhas – isto estimula a fantasia e a imaginação.

9- Crie uma pista com obstáculos – deixe que eles escalem, pulem, se arrastem e não se estresse com isso.

10- Envolva outros pais e mães no movimento pela brincadeira saudável.

Então papais, deixem a brincadeira ganhar mais espaço na vida do seu pequeno! Deixem ele aproveitar essa fase que é importantíssima e merece ser vivida como deve ser…brincando! Relaxem, cobrem-se menos sobre assuntos “importantes” e divirtam-se!

Este artigo foi escrito pela minha grande e querida parceira, a Dra. Aline de Souza, Gastroenterologista Pediátrica e proprietária da clínica Espaço de Saúde Pediátrico, localizada em Novo Hamburgo. Muito obrigado, Dra. Aline!
As suas palavras só confirmaram o que eu sempre falo para os papais…curtam a infância do seu filho e deixem que ele a aproveite com toda a intensidade que pode e merece!
As crianças precisam ter muito tempo para brincar…o aprendizado é consequência de ser uma criança feliz!!!
E o Tio Gu está sempre com a câmera a postos para fotografar esses momentos felizes…contem comigo!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *