Augusto, Jonathan e Ornei | Dia dos Pais

Abrindo o meu coração com a ajuda do Augusto, do papai Jonathan e do vovô Ornei…

Fico me perguntando o motivo pelo qual algumas pessoas não fazem questão de ter esse tipo de lembrança, de ter essa recordação da infância de seus filhos…

Ah, Tio Gu, tem gente que não gosta de ser fotografado e tu precisas entender e respeitar isso, oras! Claro, concordo 100% e super respeito! Quando me falam isso, procuro sempre não argumentar e aceitar, mas acho que cabe a mim mostrar para essas pessoas que sim, vale muito a pena e que não, não é uma experiência dolorosa e muito menos desgostosa! Se não for eu para defender essa ideia, quem mais irá?! Respeito todos os tipos de trabalhos dentro da fotografia e acho isso muito bom, pois significa que tem estillo de trabalho para todos os gostos e que é possível atender a todos!

Por isso, sempre que alguém me procura, a primeira coisa que pergunto é se já conhece o meu trabalho, se já visitou o meu site ou redes, pois acho que é essencial que a pessoa se identifique com o meu estilo de fotografar, que ela queira ter esse tipo de registro da família dela! As pessoas precisam entender que não é só contratar um fotógrafo, mas sim que ela está contratando um estilo de trabalho, uma identidade.

Mas afinal, o que tu queres dizer com tudo isso, Tio Gu?! Quero dizer que o meu estilo de fotografia é baseado na liberdade e na verdade! A minha ideia não é montar cenários, muito menos situações ensaiadas. Penso ser mais fácil fazer as pessos mudarem de ideia sobre a fotografia se elas puderem ser elas mesmas.

E disso, o Augusto, o papai Jonathan e o vovô Ornei entendem muito bem! Olhem essas fotos!!! Esse é o retrato deles! Eles amam futebol, jogam sempre e acompanham o time do coração de perto! Como que o ensaio de dia dos pais poderia ser diferente disso?! Foi uma experiência divertida, leve e feliz para todos nós! Eles vieram até aqui jogar futebol e eu os fotografei, simples assim! Entendem?!

Não posso deixar de agradecer aos papais Jonathan e Stephanie, sempre tão parceiros e carinhosos com o Tio Gu! Eles se identificam com a minha fotografia e fazem questão que eu conte a história da infância do Augusto, através do meu olhar. E eu só posso agradecer por isso, e muito!!! Gratidão, papais!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *